+55 (83) 3031-0055 De Segunda a Sexta das 9:00h às 19:30h

Tratamentos de reabilitação com fonoaudióloga

fonoaudiologa

A parceria e cooperação entre os trabalhos de odontologia e fonoaudiologia, são relevantes no tratamento de alterações dentárias e ósseas que podem impedir ou prejudicar atos como mastigar, deglutir, falar e respirar.

Com o trabalho da odontologia, que age na parte física do problema, a fonoaudiologia pode prevenir, habilitar ou reabilitar o processo físico e dar uma vida normal ao paciente. A Odontogalerie se preocupa com a saúde, estética e plena satisfação de seu cliente e não mede esforços para unir os melhores profissionais.

A Parceria da Odontologia e da Fonoaudiologia

Para saber qual a necessidade primordial para sanar o problema, basta compreender que quando a forma interfere na função, é o ortodontista quem precisa estar a frente do tratamento. Quando a função está interferindo a forma, é o fonoaudiólogo.

Essa definição de prioridades é feita com a parceria de um fonoaudiólogo e o odontologista (e suas especialidades), que analisam juntos o caso do paciente e discutem sobre o melhor jeito de agir. O diagnóstico correto é o principal aliado de uma terapia de sucesso e para isso é muito importante que a avaliação seja feita com consciência logo no primeiro contato com o paciente.

Em caso de não detecção do que realmente é o problema, o tratamento se prejudicará e além de atrasar a reabilitação, também pode causar outras reações físicas e psicológicas ao paciente.

Um exemplo é quando um paciente apresenta o maxilar muito pronunciado para frente, ao ponto de não conseguir fechar, não basta fazer exercícios, mas sim ter uma intervenção cirurgica. A fonoaudiologia entre no pós operatório, para que durante o processo de cicatrização o paciente já comece a fazer um tratamento para ter a estrutura física adequada e poder mastigar e falar corretamente, durante todo o decorrer do processo.

O fato é que nessa união, o resultado é um sistema estomatognático equilibrado, com estabilidade e segurança, proporcionando uma fase mais harmoniosa na parte estética.

Avaliação da Fonoaudiologia

Mesmo que o primeiro foco seja o controle da dor e da estética, sem o fonoaudiólogo funções básicas como falar e comer podem ser prejudicadas. O fonoaudiólogo trabalha com diagnóstico, mas também realiza orientação e completa o tratamento com terapia e aperfeiçoamento das funções da linguagem oral, da voz, da fluência, funções auditiva periférica e central, da articulação da fala e dos sistemas miofuncional, orofacial, cervical e deglutição.

É preciso conhecer muito bem o problema e o perfil do paciente, para que o tratamento adequado seja efetuado. Isso significa que para uma criança fortalecer seus lábios, o exercício não é o mesmo que para um adulto. Assim como pacientes com outras deficiências motoras e mentais também tem outra ação.

O fonoaudiólogo precisa fazer uma avaliação do histórico clinico do paciente, com sua identificação, queixas, antecedentes familiares, desenvolvimento motor, problemas de saúde e respiratórios, tipo de sono, se há algum tratamento acontecendo, amamentação, alimentação, hábitos orais e outros.

A fonoaudiologia e a motricidade orofacial abrange a análise fácil e medidas de oclusão, que também inclui a respiração, mastigação e fala.

Compartilhar este artigo:

Deixe um Comentário