+55 (83) 3031-0055 De Segunda a Sexta das 9:00h às 19:30h

Periodontia

A gengiva e osso alveolar são os tecidos que circundam os dentes, são responsáveis pela sustentação e proteção do dente. A periodontia é a especialidade da odontologia que cuida da saúde destes tecidos, previne doenças e muitas vezes precisa trata-las.

Por uma série de razões, como o consumo frequente de álcool, fumo, sistema imunológico comprometido, desequilibro hormonal, maus hábitos na alimentação, estresse constante e destaque para má higienização, a gengiva acaba ficando mais sensível e susceptível à ação de bactérias. A inflamação é na boca, mas a cadeia inflamatória é desencadeada pelo mesmo processo inflamatório de outros órgãos, e é por isso que o periodontista precisa conhecer a saúde do organismo, as defesas, hábitos, faz um diagnóstico e o risco de desenvolver doenças periodontais.

O tratamento de periodontia deve ser realizado com o objetivo de melhorar a saúde da gengiva; remover o acúmulo de placas ou cálculos dentários; diminuir e tratar infecções bucais; curar processos de inflamação ou infecção gengival; melhorar a estética em casos de retração gengival; eliminar supuração ou sangramento na região e prevenir contra doenças que podem levar à queda dos dentes, síndromes metabólicas ou até mesmo diabetes tipo II.

Os tratamentos periodontais são realizados especialmente por meio de sessões de raspagem, podendo estas serem tanto manuais, com curetas como automatizadas, com ultrassom. As sessões ainda podem ser divididas entre básicas (para simples problemas, engloba duas sessões), moderadas (para a remoção de cálculos mais profundos em áreas localizadas) e avançadas (quando a inflamação é persistente e necessita raspagem subgengival em áreas extensas).

A periodontia se torna fundamental principalmente levando-se em consideração os riscos ao não realizar o tratamento necessário. São eles: proliferação de bactérias capazes de causar sérias infecções; doenças sistêmicas, perda dos dentes; dificuldade para posteriores tratamentos com próteses; mau hálito constante; perda do osso alveolar e outros, além de consequências estéticas, como é o caso do desenvolvimento de espaços abertos entre os dentes ou dentes mais alongados do que o comum.

A prevenção de doenças periodontais é feita por meio de uma escovação bem-feita após as refeições, que alcance todas as faces dos dentes, com intuito de desorganizar a placa bacteriana, o uso diário do fio dental e demais cuidados específicos com a higiene que podem ser indicados pelo seu dentista especializado em periodontia.

Agendar Consulta