+55 (83) 3031-0055 De Segunda a Sexta das 9:00h às 19:30h

Qual a importância da implantodontia?

implantodontia

A implantodontia é a especialidade odontológica que tem o objetivo de devolver ao paciente o sorriso, instalando em seus maxilares, os implantes que servirão de suporte para as próteses. É uma das especialidades mais recentes da Odontologia, já que foi difundida na década de 1960 após estudos do médico sueco Per-Ingvar Branemark.

Este médico foi quem desenvolveu a técnica de osseointegração, fundamental para a implantodontia. O processo envolve unir, de forma estável, o osso e uma superfície de titânio. Dessa forma, as células ósseas migrarão para a superfície deste material, fazendo com que as próteses obtenham firmeza assim que colocadas.

A técnica da implantodontia conseguiu mudar a vida de milhões de pessoas. Para a estética, a colocação de dentes consegue devolver a autoestima do paciente, já que seu rosto, que é seu cartão de visita, fica mais harmônico. Para a saúde de quem coloca o implante, os dentes são fundamentais para a digestão, já que uma boa mastigação é indispensável para o processo.

A ausência dos dentes também causa flacidez do rosto, pois os músculos da face não precisam mais se ajustar para sustentá-los. Outro problema causado pela falta de dentes é a perda de massa óssea, impedindo a colocação de implantes e modificando a fisionomia da pessoa. Quando se perde um dente, os demais se movimentam para compensar o espaço vazio.

COMO FUNCIONA

Após o implante da peça de titânio no osso da mandíbula que servirá como uma raiz, é confeccionada uma coroa dental com o formato do dente perdido para ser fixada no implante. Os dentes novos têm uma ótima durabilidade, se forem bem cuidados, receberem manutenção periódica. Eles podem substituir pontes, próteses e dentaduras.

Em bases ósseas com boas condições, é possível realizar os procedimentos chamados carga imediata, que são procedimentos rápidos de implante feitos em apenas uma sessão, fazendo que o paciente vá ao consultório apenas uma vez. Quando o osso mandibular ou maxilar  não é suficiente, é necessário que o paciente passe por cirurgias para a colocação de enxerto para completar o necessário para a colocação do implante. O material utilizado e a quantidade variam a cada caso.

Compartilhar este artigo:

Deixe um Comentário